03/01/2012

Processo de Socialização

Socialização é o processo através do qual o indivíduo aprende e interioriza o sistema de valores, de normas e comportamentos de uma determinada cultura, onde intervém um conjunto de agentes de socialização (família, escola, grupo de pares, meios de comunicação, empresa, etc.). A criança quando nasce, apesar de já trazer os genes necessários ao ser humano, é um ser culturalmente em branco.

Encontram-se documentados alguns casos de crianças selvagens que permitem concluir que temos uma predisposição genética para a aprendizagem da primeira língua durante a infância. Passada essa fase podes conferir no YouTube que as "crianças selvagens" foram incapazes de adquirir competências linguísticas.



É a socialização que humaniza o ser humano.

O termo socialização pode ser confundido com o conceito de educação. O termo educação abrange um universo que extrapola o escolar. A Escola proporciona-nos uma educação formal, organizada numa sequência pré-estabelecida, enquanto a educação informal abrange todas as possibilidades educativas no decurso das nossas vidas, constituindo um processo permanente e não organizado.

A fase inicial do processo de socialização designa-se por socialização primária e ocorre dentro de casa e com a importante participação dos outros significativos, designadamente dos pais. A socialização primária termina quando o outro generalizado está estabelecido na consciência da criança, ou seja, a criança é capaz de abstrair papéis das atitudes dos outros significativos. A fase seguinte designa-se socialização secundária, e prolonga-se durante toda a nossa vida.

Distinguem-se entre os mecanismos de socialização: a aprendizagem, a imitação e a identificação.


APRENDIZAGEM - A aprendizagem implica um comportamento activo do sujeito: "A leitura passiva dos apontamentos ou do livro não é garantia de que se está a aprender qualquer coisa. A aprendizagem exige atenção e repetição do que está a aprender-se; significa recordar informações relevantes, captar princípios, memorizar os factos-chaves, fazer perguntas e responder-lhes, em suma, estudar" , H. Kendler,ob.cit, Vol.I,p.589.
A socialização cria rotinas na criança, que a ensinam a alimentar-se, a dormir, a ler, a escrever, a pensar... “A aprendizagem pressupõe a interiorização de determinadas reacções perante as situações sociais” (Manual, p. 77)

IMITAÇÃO - A criança é elogiada por ter reproduzido um comportamento correcto e desejado. A imitação de um adulto também pode ser estimulada se a criança observar que ele é elogiado por se ter comportado de determinada forma.

IDENTIFICAÇÃO – “A criança identifica-se com as pessoas que desempenham determinados papéis na sua vida e essa identificação faz com que adquira progressivamente os comportamentos inerentes a esses mesmos papéis” (Manual, p. 77)


Através de sanções positivas e negativas na (não) adopção dos comportamentos apropriados ao seu sexo biológico, e a partir da identificação com os pais, professores e amigos do mesmo sexo, as crianças vão assimilando quais os tipos de atitudes e actividades que deverão adoptar para interagirem de acordo com o seu sexo, no fundo, para assumirem papéis de género adequados. As crianças assumem aqui um papel relativamente passivo no processo de aprendizagem. http://www.aps.pt/vicongresso/pdfs/136.pdf

Observe como a criança é moldada pelos outros significativos, mas nem sempre é fácil distinguir os mecanismos de socialização:

Depois do papel imprescindível da família, surge a escola como o agente oficial de socialização. No espaço da União Europeia, o desenvolvimento de políticas comuns levou a que a de uma criança que entre hoje para escola se espere que ela conclua 16 anos de escolaridade (12º ano + 4) na generalidade dos países da UE.


Número de anos de escolaridade que uma criança na idade de entrar para a escola pode esperar receber se os padrões vigentes de taxas específicas por idade de inscrição persistirem ao longo da vida da criança, UNESCO (2011).

A eficácia do processo de socialização traduz-se nos países da União Europeia, em Hong-Kong, na Noruega e na Austrália num elevado desenvolvimento humano (medido pelo IDH, do PNUD) e numa reduzidíssima violência (~1 homicídio por cada 100.000 pessoas). Veja-se Gráfico no Gapminder (Não se encontram seleccionados os países indicados, mas facilmente os descobrirá)

A socialização entendida como uma série de processos abertos em todas as idades, por meio dos quais os indivíduos formam “tensões activas” com o seu ambiente, ocorre de forma não-planeada e não previsível. Abrange tanto o carácter reprodutivo como o criativo do agir social, porque se constitui de interacções e são elas, e não apenas o ser individual, que definem o indivíduo (GRIGOROWITSCHS, Tamara). A Sociologia clássica enfatiza a importância o carácter reprodutivo da socialização, porém hoje – dada a importância da Escola e dos media digitais - parece inegável a crescente importância dos elementos criativos. O conceito de auto-socialização, enfatiza o papel dos indivíduos, pois estes são capazes de reflectir sobre si mesmos, perspectivar uma visão do seu futuro, definir objectivos a alcançar e tomar medidas que criam ou alteram a sua trajectória de desenvolvimento (Newman PR, Newman BM). A importância adquirida por estes agentes de socialização permite mesmo encontrar referências à retrossocialização (Ponte, Cristina), como situação em que os filhos que ensinam pais e avós.

Outros recursos



Artigos
Sexualidade e gravidez na adolescência - Um estudo de caso - O papel dos diversos agente de socialização durante a adolescência
Apresentação

PowerPoint
Imagens de ontem / Imagens de Hoje - As imagens registam e criticam a realidade. Através de uma viagem breve pela Internet é possível recolher algumas que nos mobilizem na análise crítica do processo de socialização.

Tarefas
  1. PowerPoint genérico sobre o processo de socialização com o mínimo de 15 slides. Deverão ser referidas todas as expressões destacadas neste post. O trabalho terá tanto mais valor quanto mais referências utilizar.
  2. PowerPoint específico sobre a utilidade do processo de socialização para a compreensão do seu tema anual. Este deverá ter um mínimo de 5 slides valorizando-se igualmente as referências.
  3. Post com links directos para os PowerPoints acima referidos e três gráficos comentados.


NOTAS
  1. O post sugere-lhe recursos, o que não significa que não possa utilizar o Google. Porém, deverá sempre avaliar criteriosamente a informação. (Sugestão: Critérios da B-ON)
  2. Nas referências bibliográficas deverá ser utilizado o sistema "autor-data" ao longo dos textos, e as referências deverão ser listadas no fim.
  3. Os PowerPoints ficarão arquivados no seu espaço na Internet. O blogue deverá apresentar um post com o título deste, no qual indicará o link directo para os respectivos ficheiros.

Sem comentários:

Enviar um comentário